O projeto

Com este projeto pretende-se estabelecer um programa/plano de trabalho articulado com os serviços de apoios especializados.

Inserindo-se no domínio da promoção da leitura e da escrita em diferentes suportes, integra-se igualmente no âmbito do domínio da articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação e supervisão pedagógica, bem como ao nível das parcerias (internas e externas).  Com a sua implementação pretende-se criar um espaço de biblioteca escolar inclusiva apetrechado com fundo documental em formatos acessíveis a todos os alunos, que permita dinamizar atividades de leitura, nomeadamente ao nível da elaboração de histórias e produção de livros em diferentes formatos (linguagem simbólica e audiolivros), bem como de equipamento específico destinado aos alunos/crianças com NEE com a finalidade de contribuir para o desenvolvimento, gradual e contextualizado, das competências de leitura e do gosto pela mesma. Paralelamente, serão desenvolvidas também as competências de escrita, digitais e tecnológicas, uma vez que os alunos lerão não apenas nos suportes tradicionais (material impresso), mas em variados suportes (internet, livros digitais, CD-ROM, DVD), com recurso a tecnologias de apoio (computadores adaptados, tablets, leitores de livros digitais, etc.). Reforçando o exposto, e tendo como objetivo a diversificação de materiais a utilizar em diferentes contextos de aprendizagem, serão constituídos/reforçados conjuntos documentais por assuntos que vão ao encontro das necessidades, e cujo acesso se faça também de forma virtual (recursos educativos digitais).

O projeto contempla ainda a formação dos elementos da equipa das bibliotecas escolares, dos docentes de educação especial/outros interessados, no domínio das TIC (ferramentas da web 2.0 /outras que permitam a criação e divulgação de materiais didáticos).

Embora se trate de um projeto de agrupamento, a equipa, em articulação com a direção, decidiu que a biblioteca a privilegiar para o efeito seria a da Escola Básica Nuno Álvares, por se tratar de um espaço com capacidade para acolher os novos documentos e equipamentos e também porque neste estabelecimento de ensino existe um grande número de alunos com NEE, com os quais, acreditamos, se deve iniciar um processo desde cedo. É também aqui que funciona a Unidade de Ensino Estruturado para Alunos com Perturbações do Espectro do Autismo e a Sala Snozelen. Os materiais e equipamentos poderão ser requisitados, através do empréstimo interbibliotecário, para utilização nos outros estabelecimentos de ensino do agrupamento.